Independência das hidrelétricas, Brasil quer mais energias limpas e renováveis! 

Hoje o Brasil tem produzido energia elétrica principalmente por meio de usinas hidrelétricas. Junto com as fontes fósseis, as usinas são responsáveis por 83% do total da eletricidade gerada no país, bem mais que os 16% gerados pelas novas renováveis. Com a meta anunciada pelo governo, a previsão é que as fontes limpas em 2024 gerem 28% da eletricidade, sendo 3% solar, também chamada fotovoltaica, e 12% de energia eólica.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a eletricidade produzida pelo sol e pelos ventos era insignificante em 2004. Dez anos depois, por meio de financiamento estatal aliado à queda de preços dos equipamentos, a energia eólica chegou a 5% do total da eletricidade gerada em 2014, embora a energia fotovoltaica ainda estivesse engatinhando (0,02%).

Quem paga conta de luz todos os meses, no entanto, conhece alguns dos problemas dessa alta: a energia consome um fatia cada vez maior dos orçamentos domésticos, pressiona outros preços e aperta as contas das famílias.

O impacto no bolso dos brasileiros é consequência, especialmente da crise hídrica pela qual o Brasil atravessa. O preço da energia elétrica já subiu quase três vezes mais que a inflação ao longo dos primeiros oito meses de 2021, refletindo em aumento disseminado nos preços de diversos produtos e serviços.

Bandeiras tarifárias de energia 2021 – ANEEL

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) anunciou a criação de uma nova bandeira para a conta de luz, chamada de bandeira de escassez hídrica. A taxa tem o valor de R$ 14,20 por 100 kWh, e será aplicada à conta de luz a partir desta quarta-feira (1º). A bandeira ficará em vigor até 30 de abril de 2022. O novo valor representa um aumento de 49,6% (ou R$ 4,71) em relação à atual bandeira vermelha patamar 2 (de R$ 9,49 por 100 kWh), que estava sendo aplicada à conta de luz. No final de junho, o valor da bandeira vermelha patamar 2 já havia subido 52%.

Em tempos de conta de luz cara, aumenta a procura por formas de energia limpa e mais barata. A instalação de placas solares teve um crescimento de quase 50% até a metade deste ano.

As constantes altas na conta de luz têm feito muita gente buscar alternativas para economizar. A instalação de sistemas de energia solar no Brasil cresceu quase 50% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, e 80% desses novos sistemas são de clientes residenciais.

Comemoração ao dia da Independência do Brasil

Com a Sunergia®, você não precisa se preocupar com nada!

A Sunergia® é uma empresa do Grupo AE Solar GmbH, um grupo Alemão referência mundial de qualidade e know-how em produtos e serviços fotovoltaicos, que possui:

  • Mais de 18 anos de experiência em tecnologia e serviços fotovoltaicos
  • Controle de qualidade Alemão
  • Mais de 3.200 instalações pelo mundo
  • Certificações internacionais de qualidade – ISO, SGS, EN, TUV

Oferecemos ao mercado uma proposta completa de atendimento e suporte às necessidades de Autogeração Elétrica, desde o planejamento até a ativação final do sistema, respeitando o meio ambiente e permitindo ampla otimização financeira, seguindo com transparência e estabelecendo um rigoroso controle de qualidade em todos os processos e instalações.

Converse com um de nossos especialistas e descubra como a energia solar fotovoltaica pode reduzir seus gastos:

Fale Agora Conosco
Fone: 11 3172-1990
WhatsApp: 11 99455-4051
www.sunergia.com.br


Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro:
Instagram | @sunergia_energia_solar
Facebook | @sunergiaenergiasolar
LinkedIn | @sunergia-energiasolar

Acesse sunergia.com.br e conheça mais sobre a energia solar fotovoltaica!

ComSoltudoMelhora @Sunergia® | energia solar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *