A utilização do sistema de energia solar tem se tornado uma alternativa comum no Brasil, tanto para residências como em empresas. Usando-se a energia solar fotovoltaica, não será necessário fazer uso da energia elétrica tradicionalmente obtida em usinas atômicas, hidrelétricas ou termoelétricas. Todas essas, com maior ou menor intensidade, agridem o meio ambiente e acabam saindo mais caras para o consumidor.

Ao realizar a instalação de energia solar em uma residência ou estabelecimento comercial, o cliente não terá mais nenhuma despesa em consonância à concessionária energética, extinguindo uma despesa mensal de seu orçamento e como forma de compensação, o usuário também é beneficiado com a participação em um sistema de restituição de energia, ou seja, a energia gerada e não consumida, é enviada para a rede elétrica, sendo calculada por um medidor bidirecional, a qual o cliente poderá utilizar posteriormente, quando necessitar gastar mais do que produziu, por um prazo de até 5 anos, momento em que haverá o término de seus créditos.

Ao utilizar a energia produzida pela própria instalação de energia solar, o consumidor está contribuindo, também, com a redução de emissão de CO² na atmosfera.

O sistema que capta energia solar e transforma em energia térmica e elétrica é chamado de sistema fotovoltaico e é composto basicamente pelo painel solar e pelo inversor solar. Os painéis devem ser distribuídos adequadamente sobre o telhado da casa. São eles que vão captar a energia do sol para transformar em energia elétrica (energia fotovoltaica é o nome dado à energia acumulada nos painéis solares).

Já o inversor solar é responsável pela conversão de energia solar em energia elétrica, por meio de corrente contínua (CC), a fim de ser usada em aparelhos de televisão, computadores e outros equipamentos e máquinas; e de corrente alternada (CA), de modo que faça funcionar qualquer equipamento elétrico.

A energia deixa o inversor, dirige-se para o quadro de luz e é distribuída pela casa toda, alimentando os equipamentos.

Custos considerados ao adquirir um gerador de energia Solar Fotovoltaico

Os custos com a instalação em si envolvem a mão de obra e certos componentes eletrônicos: conectores, cabos, fusíveis, disjuntores, DPS (Dispositivos de Proteção contra Surtos), eletrodutos, quadros-elétricos, parafusos, caixas de passagem, as ferramentas para o trabalho dos profissionais instaladores.

Uma equipe de instalação é formada, geralmente, por 3 a 5 profissionais que devem trabalhar com segurança e eficiência.

Quando a empresa que fabrica/instala o sistema fotovoltaico faz o orçamento, ela inclui todos esses custos, incluindo EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva).

É necessário que os profissionais tenham certificações e treinamentos em NR-10 (Norma Regulamentadora de Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade), NR-35 (Norma Regulamentadora de Trabalho em Altura) e outras normas gerais e específicas. Eles devem apresentar atestados de saúde ocupacional, responsáveis por assegurar que eles efetuem seu trabalho com total segurança.

Para a empresa manter uma equipe assim, devidamente habilitada, deverá investir muito e isso se refletirá nos custos cobrados para instalar um sistema de energia solar. Mas é melhor contar com profissionais bem treinados que se ver diante da necessidade de responder civil e criminalmente por acidentes causados devido à inabilidade de profissionais mal treinados.

Vantagens na realização da instalação de energia solar

Entre as várias vantagens existentes na instalação de energia solar tanto em residências, quanto em comércios ou indústrias, vale ressaltar a redução, e até mesmo, à eliminação da conta de energia elétrica, podendo fazer com que o usuário se torne autossuficiente energético. Outra vantagem que merece destaque é a produção de energia limpa, sendo, portanto, sustentável.

Os kits para realizar a instalação de energia solar são dimensionados de acordo com a necessidade de cada cliente, trazendo economia, segurança e conforto para quem faz uso deles. Por fim, mas não menos importante, está a baixa manutenção, que se resume praticamente em limpar as placas solares anualmente ou ao apresentar diminuição na produção de energia, o que agrega um excelente custo-benefício, uma vez que seu investimento é compensado duplamente, ou seja, por quase não necessitar de manutenção e pela economia junto à concessionária de energia.

ECONÔMIA

– Redução de até 95% da sua fatura;
– Retorno do investimento em poucos anos;
– Valorização do imóvel;
– Imunidade a aumentos tarifários.

*Energia solar é um recurso totalmente renovável.

O que preocupa as pessoas de instalar energia solar em casa é com o custo no investimento. Isso porque, quando se olha de forma superficial, a sensação que dá é que o custo para esse tipo de energia é bem mais alto do que o elétrico que usamos em casa.

Mas as pessoas esquecem da economia que será realizada durante os meses. Ela vai compensar o valor gasto na comprar do sistema solar. Ou seja, o que você gastou na instalação voltará para o seu bolso no momento em que você pagará a conta de luz. Em alguns casos, você apenas pagará as taxas básicas de sua companhia de energia.

A Sunergia é uma empresa de engenharia especialistas em energia solar fotovoltaica, focados na redução dos custos energéticos de nossos clientes e impactos ambientais da geração de energia. Projetamos e executamos micro e mini usinas solares fotovoltaicas em residências, comércios e indústrias.

Invista em energia limpa, renovável e inesgotável. Acesse www.sunergia.com.br e saiba como efetivar seu projeto!

 

#ComSoltudoMelhora @Sunergia | energia solar

7 thoughts on “Instalação De Energia Solar Fotovoltaica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *